Rui Manuel Amaral

Leitores

O nonsense (porque é que o vejo tão língua inglesa?) é poético. o nonsense ritmado e rimado é infantil e é Lewis Carroll. o som e o jogo primeiro, significados depois, ou nulos.

Ana Vicente.

***

 

Rui Manuel Amaral (…) pertence a uma família espiritual de escritores cujo humor oblíquo desloca o leitor para uma zona excêntrica que simultaneamente afirma e nega o mundo. Lendo esses autores, somos sempre jogados ao estrangeiro e sem passaportes.

Pádua Fernandes.

***

UmAvalanche from umaCena on Vimeo.

Filme produzido pelo colectivo UmaCena dedicado à apresentação de Doutor Avalanche, em Braga (26.02.2011).

***

Um balanço literário de 2010. Por Paulo Pires. Disponível aqui.

***

O absurdo, o nonsense e a ironia postos e combinados na dose certa pelo autor nestes brevíssimos contos, levam-nos a ler e a reler os mesmos uma e outra vez, o que sem sombra de dúvida é uma proeza extraordinária na moderna literatura Portuguesa.

António Góis.

***


Fotografia de Bruno Malheiro. Escaparate da livraria Capítulos Soltos, Rua de Santo André, 93 RC, 4700-308 Braga.

***

Obrigada por nos brindar com mais um excelente livro. Esperava-o, pois gosto de pequenos livros com muitas coisas dentro, gosto de histórias breves com fins surpreendentes, gosto do paradoxo, do trocadilho, do absurdo, de um olhar diferente sobre as coisas da vida.

Helena Laranjeiro. Mensagem enviada por mail.

***

[Doutor Avalanche] é um livro altamente recomendável.

Nuno Casimiro.

***

Apresentação de Pedro Mexia durante o lançamento de Doutor Avalanche, na Fnac do Chiado, em Lisboa (04.12.2010). Para ouvir em podcast, aqui.

***

É sempre um prazer regressar às estapafúrdias histórias, ao excelente Português e à fina ironia dos textos do Rui Manuel Amaral. Onde mais, afinal, poderiam encontrar-se repolhos tão perfeitos como os de Zacharias Zürn?

Manuel Jorge Marmelo.

***


Fotografia de Rui Bebiano, publicada no blogue A Terceira Noite.

***


Encontro com alunos do 5.º e 11.º anos da Escola do Cerco do Porto (16.11.2010)

***

Há cerca de quinze dias comprei e li este livro de pequenos contos absurdos de Rui Manuel Amaral. Desde aí que o revisito constantemente em busca de uma boa risadinha. Até agora não tem falhado. O raio do livro é mesmo bom. E é por isso que vos recomendo a sua leitura.

Andrea Peniche.

***


Dois textos de Rui Reininho a propósito de Doutor Avalanche, escritos no livro pelo próprio (clique na imagem para aumentar).

***

Lançamento de Doutor Avalanche no NorteShopping (23.10.2010). Foto de Susana Ribeiro.

***

Filme de Manuel Resende a propósito do lançamento de Doutor Avalanche em Lisboa, no dia 4 de Dezembro de 2010, na Fnac do Chiado.

***

Leitura de “Quando o silêncio caiu em volta”, conto incluído em Doutor Avalanche, na Fnac do NorteShopping (23 de Outubro de 2010). Filme de Elsa Gomes.

QUANDO O SILÊNCIO CAIU EM VOLTA

A noite era de um esplendor invulgar. A lua, embora não estivesse cheia, brilhava e envolvia toda a paisagem com uma beleza que desafiava qualquer tentativa de descrição. Os campos estavam tomados de sombras amenas e rumores longínquos. Não havia vento, nem o mais leve sopro. Os demais corpos celestes derramavam sobre o lago uma luz pura, estável, branca. Os pirilampos cintilavam junto dos arbustos. As árvores estavam como que hipnotizadas numa espécie de encantamento misterioso.
Sentada na varanda, a senhora Ava Novak desfrutava das ternas e encantadoras sensações daquela noite maravilhosa, e sonhava, sonhava, sonhava, contemplando a lua resplandecente. Depois, durante um segundo, durante dois segundos, o céu e a terra pareceram imobilizar-se, todas as cigarras se calaram, o silêncio caiu em volta, e a senhora Novak soltou um audível e majestoso pum.

***

O livro encerra uma bela fiada de histórias inteligentes, repletas de ironia e amoralidade.
Isabela Figueiredo.

***

Doutor Avalanche. Por Manuel Resende.

***

dr. avalanche feet, por Amândio Nunes

***

Cartaz de Lina&Nando (1)

***

Cartaz de Lina&Nando (2)

***

“A book for all seasons”, por Manuel Resende.

***

“Doutor Avalanche”, segundo Manuel Resende.

***

“Eh pá, livros não dá”, por Manuel Resende.

***

“Caravana”, segundo Manuel Resende.

Mais informações sobre o autor destes filmes, Manuel Resende, aqui.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: